{authors}
Authors:
_Natália Almeida_
{authors}

Visão Geral


O endrin é um inseticida organoclorado e rodenticida mais comumente usado em algodão, milho e cana-de-açúcar. É uma substância branca e inodora, letal se ingerida em grandes quantidades, que foi proibida nos Estados Unidos desde 1986 (#EPA Factsheet).

Farmacologia e Metabolismo


O endrin e seus produtos metabólicos são eliminados do organismo em poucos dias, embora estudos sugiram que algumas pequenas quantidades de endrin permanecem nos tecidos gordurosos do corpo se a exposição à substância for alta (#ATSDR).

Efeitos na Saúde


Ingerir grandes quantidades de endrin pode causar convulsões e levar à morte dentro de alguns minutos ou horas. Uma exposição menos grave pode resultar em dores de cabeça, tonturas, confusão, nervosismo, náuseas ou vômitos (#ToxFAQs).

Não foram observados efeitos a longo prazo em trabalhadores que tenham sido expostos ao endrin por inalação ou contato dérmico (#ToxFAQs).

A EPA não a classifica como carcinógeno, citando que não há informações suficientes disponíveis para considerar a substância causadora de câncer (#ToxFAQs).

Para um resumo das avaliações das agências dos diferentes potenciais efeitos crônicos à saúde, consulte o perfil do endrin da Rede de Ação Pesticida.

Precauções


O endrin foi encontrado em baixos níveis nas águas superficiais e subterrâneas, embora a exposição através da água potável seja muito baixa. Essa substância não se quebra facilmente dentro da água, podendo acumular nos tecidos de organismos aquáticos (#ToxFAQs).

O endrin pode ser transmitido para bebês através de leite materno contaminado (#ToxFAQs).

Regulamentação


Regulamentos da Agência de Proteção Ambiental dos EUA declaram que o nível máximo de contaminação por endrin na água potável é de 0.0002 miligramas por litro (#ToxFAQs).

A Administração de Saúde e Segurança Ocupacional permite 0,1 miligrama por metro cúbico de ar para um dia de 8 horas, 40 horas por semana de trabalho (#ToxFAQs).

A substância não é produzida ou disponibilizada nos Estados Unidos desde 1986 (#ToxFAQs).

Convenção de Estocolmo


A Convenção de Estocolmo foi assinada por 152 países, incluindo o Brasil, tendo como objetivo final a eliminação total dos Poluentes Orgânicos Persistentes - POPs. Nessa lista, Endrin encontra-se no Anexo A: POPs para ser eliminados (MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE). Portanto, o endrin é um dos ingredientes ativos de agrotóxicos, domissanitários e/ou preservantes de madeira que, atualmente, possuem emprego domissanitário não autorizado (PORTAL ANVISA, ABC).

Links Externos


Referências


U.S. Department of Health and Human Services. Agency for Toxic Substances & Diseases. ToxFAQs - Endrin. Accessed 06-11-07. 


U.S. Department of Health and Human Services. Agency for Toxic Substances & Diseases. "Public Health Statement for Endrin." ATSDR. Accessed 06-11-07. 


U.S. Environmental Protection Agency. "Consumer Factsheet on: Endrin." Updated 11-28-06. EPA Factsheet. Accessed 06-11-07.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE acessado em 04/06/2017

PORTAL ANVISA acessado em 04/06/2017

ABC acessado em 04/06/2017

 

Tradução realizada por: Natália Almeida

Link para a página em inglês: Endrin