Breaking News

Error rendering macro 'rss' : java.io.IOException: Failed to recover from an exception: http://environmentalhealthnews.org/archives_rss.jsp?sm=&tn=1title%2Clede%2Cdescription%2Ctext%2Csubject%2Cpublishername%2Ccoverage%2Creporter&tv=toxicology&ss=1

Paracelso (PT-BR)

Paracelso é o pseudônimo de Philippus Aureolus Theophrastus Bombastus von Hohenheimborn, nascido no final de 1493 em Einsiedeln, Suíça, filho de um pai químico, e falecido em 24 de setembro de 1541 em Salzburgo, na Áustria. É chamado por vários como o "pai" da Toxicologia. Contribuiu enormemente para os campos da medicina e da Toxicologia. Rejeitou as tradições da medicina gnóstica como a cauterização de feridas e amputação de membros machucados. Alegou que a manutenção das feridas limpas de infecções permitiria sua própria recuperação. É considerado médico, botânico, alquimista, astrólogo e ocultista. 

Paracelso foi pioneiro no uso de substâncias químicas e minerais na medicina, ele deu o nome ao metal que hoje chamamos de zinco. Ele acreditava que o equilíbrio entre saúde e doença residia na harmonia do homem, o microcosmo, com a natureza, o macrocosmo. Sua abordagem na medicina era distinta de seus predecessores por insistir que o homem deve manter um certo balanço dos minerais em seu organismo, e que para algumas doenças, existiam substâncias químicas que as poderiam curar. Ele foi, portanto, um precursor da medicina moderna e do uso diário de vitaminas e minerais para a manutenção da saúde.

Sobre agentes tóxicos, algumas das mais importantes frases históricas são suas:

"A dose faz o veneno" (uma versão popular abreviada)

A citação original, em alemão, é:

"Alle Ding sind Gift und nichts ohn' Gift; allein die Dosis macht, das ein Ding kein Gift ist"

Português: "Tudo é um veneno, e nada é sem veneno. somente a dose faz com que algo não seja um veneno."

Algumas traduções para o português ficam da seguinte forma: "Todas as substâncias são venenos; não existe uma que não seja veneno. A dose certa diferencia um veneno de um remédio." 

Em outras palavras, a quantidade de substância à qual uma pessoa se expõe é tão importante quanto a natureza da substância.  Exemplificando, uma dose pequena de ácido acetilsalicílico (Aspirina®) pode ser benéfica para uma pessoa, mas em altas doses este medicamento simples pode ser fatal.

"Muitos dizem que a alquimia serve para fazer ouro e prata. Para mim não é este seu objetivo, mas somente considerar as virtudes e o poder que podem estar nos remédios."

Paracelso foi um alquimista, embora evitasse o lugar comum da crisopeia (tentativas de criar ouro a partir de metais comuns). Seu interesse era primariamente terapêutico. Ele foi a principal figura associada à Iatroquímica, um antigo precursor da farmacologia que combinava alquimia e princípios médicos. Paracelso escreveu extensivamente sobre alquimia, e algumas de suas obras estão disponíveis ainda hoje. Veja  Hermetic and Alchemical Writings of Paracelsus, Parte 1 

Referências


  • No labels